Skip to content
Plantas de Casas


Tipos de Forro

Os tipos de forro são cada vez mais utilizados em acabamentos de construções, sejam elas residenciais ou comerciais.

forro de gesso simples
Foto: Reprodução.

Os tipos de forro possui inúmeras vantagens, sendo que as principais são: disfarçar imperfeições, melhorar a iluminação e valorizar a estética do local.

Dessa forma, os forros atendem a inúmeras demandas. Saiba a seguir quais são os tipos, como escolher e outras informações importantes sobre o tema!

O que é o forro para teto

Forro é o nome dado a um tipo de acabamento que utiliza diferentes tipos de materiais com principal matéria prima. Pode ser usado nos mais diversos tipos de ambientes e são facilmente instalados.

forro de gesso acartonado
Foto: Reprodução.

Os forros tem sido amplamente difundido pelo país e além dos seus atributos estéticos, possui outras funcionalidades (como esconder fios e tubulações hidráulicas).

Outro aspecto marcante no material é a sua versatilidade, o que permite a criação de diversos efeitos no forro (como acabamento curvo ou reto, por exemplo).

Como escolher entre os diferentes tipos de forro em gesso

Antes de escolher entre os tipos de forro de gesso, é importante conhecer quais são os modelos disponíveis no mercado.

gesso acartonado
Foto: Reprodução.

Basicamente, existem dois tipos, o forro de gesso em placas e o forro de gesso drywall, que podem também ser encontrados em diversos modelos e com diversos tipos de acabamento.

Os tipos de forro de gesso possuem diferenças significativas entre si, principalmente no que se refere ao preço e a instalação.

forro
Foto: Reprodução.

Dito isso, conheça a seguir os principais pontos a serem considerados na escolha do forro de gesso da sua residência ou ponto comercial;

  • Forro de gesso em placas

É o tipo mais difundido no mercado, sua instalação é mais demorada e causa mais sujeira no ambiente, em contrapartida, custam cerca de 50% do valor do drywall.

forro placa
Foto: Reprodução.
gesso placa
Foto: Reprodução.

Como principal característica tem-se que esse forro (como o próprio nome sugere) é composto por placas de gesso que são instaladas no teto. Para que o forro de gesso em placas tenha um alinhamento satisfatório, é necessário contratar mão de obra especializada.

forro
Foto: Reprodução.

É indicado para: quem procura um acabamento liso e perfeito, quem busca economizar e para quem não se importa com a sujeira feita na instalação.

Não é indicado para: regiões que possuem oscilação de temperatura (pois podem trincar) ou regiões muito úmidas (pois, o material é susceptível a manchas de mofo).

  • Forro de gesso em drywall

É um modelo mais recente e mais caro, entretanto, seu custo benefício é considerado satisfatório por profissionais do ramo.

forro de gesso em drywall
Foto: Reprodução.

O forro de drywall também se constitui por placas de gesso, seu diferencial é que as placas são revestidas com uma espécie de papel acartonado que oferece proteção térmica, a umidade e/ou sonora (ainda assim é mais fino).

gesso drywall
Foto: Reprodução.

É indicado para quem: procura qualidade, quer ganhar espaço (principalmente para construções com o pé direito baixo), busca uma instalação simples e que faça menos sujeira e para quem mora em regiões com amplitude térmica ou muito úmidas.

Não é indicado para quem: busca economia ou dispõe de poucos recursos financeiros para o teto.

Como fazer forro de gesso

Como já mencionado anteriormente as placas de gesso comum requerem mão de obra profissional para serem instaladas. Já as placas de drywall podem ser instaladas seguindo os seguintes passos:

gesso drywall
Foto: Reprodução.
  1. Em primeiro momento, é necessário fazer a marcação de onde ficarão os perfis metálicos que sustentaram as placas. Utilize mangueira de nível para essa etapa;
  2. Os perfis devem ser instalados de acordo com as instruções do fabricante;
  3. Instalar os pinos no teto, a distancia entre eles varia em função do tamanho das placas;
  4. Fazer as junções;
  5. Fixar as placas nos perfis metálicos e junções;
  6. Alinhar as placas (utilize linha para auxiliar nesse processo);
  7. Fazer na placa central um furo para a iluminação e passar o rabicho pelo mesmo;
  8. Após concluir a fixação das placas, as junções devem ser “rebatidas” para dentro;
  9. Colocar a fita para gesso nos encontros entre as placas;
  10. Aplicar sobre a fita gesso;
  11. Dar acabamento nas junções;
  12. Limpar o local.

Quais os tipos de forro para teto

  • Forro de gesso simples

O forro de gesso simples geralmente é feito por placas comuns, sendo que o acabamento costuma ser arredondado ou quadricular e sem muitos detalhes.

gesso simples
Foto: Reprodução.
forro de gesso
Foto: Reprodução.
  • Forro de gesso acartonado

O forro de gesso acartonado é mais sofisticado, utilizada placas de drywall e o acabamento costuma ser mais sofisticado.

gesso acartonado
Foto: Reprodução.
  • Forro de gesso rebaixado

É um modelo que tem sido cada vez mais procurado, geralmente utilizado para melhorar a iluminação do ambiente, esconder fios e é indicado para construções mais modernas.

forro drywall
Foto: Reprodução.
drywall
Foto: Reprodução.

Pode ser feito com placas comuns ou drywaal e como seu nome sugere é instalado de forma rebaixada no teto.

forro de gesso
Foto: Reprodução.
forro em drywall
Foto: Reprodução.
  • Forro de Madeira 

Esse tipo de forro tem uma enorme vantagem no aconchego térmico e acústico do ambiente, deixando o clima aprazível.

forro madeira
Foto: Reprodução.
forro de madeira
Foto: Reprodução.
forro madeira
Foto: Reprodução.
  • Forro de PVC

Um dos forros mais comuns e utlizados na atualidade, se sobressaindo dos demais tipos de forro, o PVC tem como vantagem sua facilidade, durabilidade e baixo custo, incluindo também uma fácil e prática manutenção.

PVC
Foto: Reprodução.
PVC
Foto: Reprodução.
forro PVC
Foto: Reprodução.
Forro PVC
Foto: Reprodução.